Atendimentos eletivos durante a pandemia: Saiba quais são

A lista abaixo diferencia quais são os atendimentos de urgência e emergência, e quais são eletivos, de acordo com a American Dental Association (ADA), em publicação de 2020. Vale lembrar que essa é a classificação apresentada também pelo CFO.

Urgência / emergência

  • Pulpite irreversível;
  • Pericoronite;
  • Osteite pós-operatória cirúrgica ou troca de curativos de cavidade seca;
  • Abscesso ou infecção bacteriana localizada, resultando em dor e inchaço localizados;
  • Fratura de dente resultando em dor ou causando trauma nos tecidos moles.
  • Trauma dentário com avulsão / luxação.
  • Confecção de restauração temporária caso a restauração for perdida, quebrada ou esteja causando irritação gengival.
  • Cárie extensa ou restaurações defeituosas que causam dor;
  • Remoção de suturas;
  • Ajustes da dentadura em pacientes com radiação / oncologia;
  • Ajustes ou reparos da dentadura quando a função é impedida;
  • Substituir o preenchimento temporário nas aberturas de acesso endodôntico em pacientes com dor;
  • Corte ou ajustes de um fio ou aparelhos ortodônticos que perfuram ou ulceram a mucosa bucal.

Eletivos

  • Exames odontológico inicial ou de manutenção;
  • Radiografias de rotina;
  • Profilaxias dentárias;
  • Terapia periodontal rotina;
  • Procedimentos ortodônticos diferentes daqueles para tratar de problemas agudos (por exemplo, dor, infecção, trauma);
  • Extração de dentes assintomáticos;
  • Dentística restauradora, incluindo tratamento de lesões cariosas assintomáticas;
  • Procedimentos odontológicos estéticos

Deixe uma resposta