[⭐ 5 Estrelas] Confira os melhores artigos de 2020 para Cirurgiões-dentistas!

     Em 2020, tivemos a honra de contar com a ajuda de alguns de nossos queridos professores para a criação de ricos artigos destinados à nossa página do blog. Você, Cirurgião-dentista, não pode deixar de conferir!

     Mini-implantes: essenciais na Ortodontia moderna!

     Esse artigo foi criado por:

Professor Augusto Lunes

     O surgimento dos Mini-implantes possibilitou a obtenção de resultados mais eficazes, previsíveis e assertivos nos tratamentos ortodônticos, se tornando essenciais na Ortodontia moderna. (…)

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI.

     Respiração e Desenvolvimento Facial

     Esse artigo foi criado por:

Professora Vera Lúcia de Souza Nora

     A respiração é essencial à vida. Além do seu papel em relação às trocas gasosas e função olfatória, ela é extremamente importante no crescimento e desenvolvimento do complexo bucomaxilofacial.

     O ser humano foi programado para respirar exclusivamente pelo nariz. O ar entrando pelas narinas, além de ser filtrado, umedecido e aquecido adquirindo características saudáveis e protetoras das vias aéreas, em seu percurso circular pelas fossas nasais e seios paranasais “infla” a maxila e “esculpe” a face. (…)

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     Os desafios do tratamento com Exodontias

     Esse artigo foi criado por:

Professor Augusto Lunes

      A Ortodontia vive maravilhando aqueles que tem a ousadia (e a felicidade) de encontrar nessa especialidade o seu caminho. No princípio, a simples correção de apinhamentos, de dentes girovertidos, o alinhamento e nivelamento nos encantam! Com a evolução na especialidade, é natural que o foco do nosso encantamento vá mudando para desafios maiores.

    Iniciamos nosso aprendizado pelo diagnóstico, pilar fundamental para um bom planejamento ortodôntico. Com esse conhecimento mais sedimentado, somos capazes de enxergar novos desafios: a correção das más oclusões de Classe II e III, mordidas cruzadas anteriores e posteriores, mordidas abertas, sobremordidas profundas. Ao sermos capazes de diagnosticar esses problemas, surge a maior preocupação do neófito em Ortodontia: que mecânica usar para corrigir essas más oclusões? A que detalhes devo estar atento(a) para não errar?

     Correções transversais, sagitais com distalização, uso de elásticos. Até esse ponto, o aprendizado deve ter sido suave e relativamente indolor. Mas eis que surge o desafio extremo: exodontias!!! O que nos preocupa de início é se conseguiremos fechar aqueles espaços todos. Afinal de contas, cada pré-molar tem em média 7mm!

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     Um panorama atual sobre a Disfunção Temporomandibular

     Esse artigo foi criado por:

Professora Cristina Prado

     Disfunção Temporomandibular (DTM) é o nome dado a todas as condições clínicas que acometem tanto a Articulação Temporomandibular (ATM) propriamente dita, quanto os tecidos relacionados a essa articulação, como por exemplo, os músculos da mastigação.

      As queixas mais comuns relatadas pelos pacientes que apresentam sinais e sintomas de DTM são: dor na ATM e/ou musculatura relacionada (podendo esta dor ser espontânea ou estimulada pela palpação e/ou função mandibular), limitação de abertura bucal, travamento mandibular (de boca fechada ou de aberta), além de sons articulares como o estalido e a creptação. (…)

Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     A mastigação e sua influência no Desenvolvimento Craniofacial

     Esse artigo foi criado por:

Professora Valéria Medau

      Odontologia lida com uma das áreas anatômicas mais refinadas do corpo humano do ponto de vista neuromuscular. Possui uma capacidade incrível de adaptação, deve ser estudada e compreendida em todos os seus aspectos fisiológicos para permitir tratamentos que melhorem seu funcionamento. É somente por meio de uma função equilibrada e harmoniosa que um sistema em desenvolvimento pode crescer saudavelmente, evitando prejuízos e mantendo esses resultados constantemente ao longo da vida adulta. O verdadeiro objetivo da Odontologia deve ser o equilíbrio funcional e a harmonia do sistema estomatognático. A mastigação requer coordenação precisa entre oclusão dentária, músculos mastigatórios, estruturas articulares e controle motor. A entrada periférica proveniente dos receptores periodontais dos dentes é numericamente concentrada, sensível, altamente especializada e extremamente rápida em atingir os centros neurais alocados ao controle mastigatório (PIANCINO; KYRKANIDES, 2016).

     O crescimento craniofacial depende de fatores genéticos e epigenéticos (ENLOW, 1993).

     São três os padrões faciais e cada um deles com um padrão muscular (…)

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     BRUXISMO – o que podemos fazer?

    Esse artigo foi criado por:

Professor Ernando Santos

     Entramos em um campo de muitas controvérsias, por isso, há necessidade de embasamento em pesquisas para definirmos conceitos e protocolos.

    Em 2013, foi publicado um consenso internacional para definição e graduação do bruxismo por Lobbezoo et al. Porém, mais pesquisas são necessárias para que se entenda totalmente sua etiologia e fisiopatologia. Esse consenso, revisto em 2018, estabeleceu a seguinte definição:

     Bruxismo é uma atividade da musculatura mastigatória repetitiva caracterizada por apertamento ou ranger de dentes e/ou segurar ou empurrar a mandíbula (com ou sem contato entre dentes). (…)

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     Aprender dobras ainda é importante?

     Esse artigo foi criado por:

Professora Cristina Prado

     Quem nunca ouviu falar que o ortodontista formado pela técnica Edgewise finaliza melhor os seus casos em relação a quem aprendeu exclusivamente Straigth–wire? Para esclarecer essa questão vale a pena relembrarmos um pouco da história da ortodontia. (…)

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     A influência do Ortodontista no tempo de Tratamento Ortodôntico

     Esse artigo foi criado por:

Professor Augusto Lunes

     De todas as perguntas recorrentes em um consultório de Ortodontia, talvez a mais ouvida seja referente a quando o aparelho será removido. Por mais que um prazo tenha sido fornecido ao paciente, alguns parecem “nos testar” mensalmente.

     Mas a preocupação com o tempo de tratamento nunca pertenceu somente aos pacientes. A Ortodontia tem buscado, incessantemente, formas de diminuir o tempo total de tratamento. (…)

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     A influência do Ortodontista no tempo de Tratamento Ortodôntico – PARTE 2

     Esse artigo foi criado por:

Professor Augusto Lunes

     Na primeira parte deste texto, discorremos sobre fatores potencializadores e limitantes da velocidade do tratamento ortodôntico, nesta busca incansável da Ortodontia por resultados mais céleres.

     Além de técnicas que efetivamente tem sucesso em diminuir o tempo de movimentação dentária induzida, abordamos a importância da atenção constante às unidades de ação e reação, com o objetivo de controlar efeitos colaterais muitas vezes indesejados e que podem promover acréscimos consideráveis ao tempo de tratamento. Por fim, tecemos breves considerações sobre ancoragem esquelética e sua imprescindibilidade na Ortodontia atual.

Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     COLAGEM EM SUPERFÍCIES DE PORCELANA

     Esse artigo foi criado por:

Professor Fernando Garcia

      Com a maior demanda das pessoas por saúde e estética somada aos mais recentes avanços tecnológicos na Ortodontia, cada vez mais pacientes adultos estão buscando tratamento ortodôntico. Na verdade, nos últimos anos a percentagem de pacientes com mais de 18 anos que iniciaram tratamentos ortodônticos só tem aumentado, chegando, em algumas clínicas, a mais de 50% da clientela. Nesse cenário, os ortodontistas têm se deparado com o desafio de realizar colagem de acessórios em dentes que receberam restaurações cerâmicas (coroas, facetas, lentes de contato). Essa é uma tarefa desafiadora, mas utilizando-se os materiais adequados e seguindo os procedimentos necessários podemos conseguir uma colagem bastante resistente e que preserve a integridade e a estética do material cerâmico. (…)

     Não deixe de conferir o artigo completo! CLIQUE AQUI. 

     Venha conhecer os cursos do Instituto Marcelo Pedreira! Ah, e não deixe de compartilhar esse post com seu colega de profissão! 

Deixe uma resposta